Curitiba será palco do seminário Retrato(s) da Mulher na Fotografia

Crédito – Vilma Slomp.

Poucos sabem sobre o papel fundamental das mulheres na história da fotografia. Constance, esposa de Fox Talbot, pioneiro da fotografia, ajudou-o a desenvolver papéis fotosensíveis e também no desenvolvimento das imagens de seu marido. Ela ainda ajudou a descobrir como adicionar iodo ao processo de Talbot para aumentar a sensibilidade à luz do papel. Além disso, a primeira fotografia de paisagem realizada com um Daguerreótipo foi feita por uma mulher, Ann Cook. Margaret Bourke-White, por sua vez, foi primeira ocidental a fotografar em território soviético. Mesmo com entraves sociais, muitas mulheres conseguiram papel de destaque. Já em 1951, por exemplo, Eve Arnold, tornou-se a primeira mulher a entrar para a Agência Magnum, fundada por Robert Capa.”

Crédito – Claudia Andujar.

E no Brasil não foi diferente. Em 1890, Gioconda Rizzo, filha do dono do ateliê Rizzo, rompeu com os padrões da época e chamou a atenção das damas da alta sociedade paulistana, sendo a primeira mulher a trabalhar com a fotografia no país. Nas décadas de 70 e 80, houve participações femininas representativas no Brasil, entre elas: Maureen Bisilliat, Nair Benedicto, Claudia Andujar. Em Curitiba Vilma Slomp e Lina Faria.

Crédito – Lily Sverner.

Hoje em Curitiba, apesar do mercado em crescente expansão, a mulher fotógrafa tem pequena representatividade. Fazendo uma comparação com o acervo do Museu da Fotografia Cidade de Curitiba – Solar do Barão, somente 20% das imagens do acervo são de fotógrafas. Por outro lado, as estatísticas apresentam que nas escolas de fotografia da cidade, 90% das matriculas são de mulheres.

Crédito – Maureen Bisilliat.

A proposta do seminário, por meio de uma exposição fotográfica com imagens das fotógrafas mulheres do acervo e um seminário com três encontros, visa estimular a linguagem feminina, realçar e difundir o papel da mulher na criação artística da cidade, através da experiência de outras mulheres que tenham reconhecimento e colaboram para com esta linguagem fotográfica, pelos exemplos de suas jornadas. O objetivo é fortalecer a classe para que as mulheres fotógrafas possam se espelhar e ampliar sua participação no universo da fotografia de Curitiba e no Brasil.

Fotógrafos interessados poderão participar de duas convocatórias: 1ª) para leitura de portfólio com as palestrantes, 2ª) para projeção de imagens no encerramento do seminário, com o tema: “Gênero e Identidade”. Todos os encontros serão registrados e disponibilizados para o público no site, a partir de agosto/2017. Programação e Regulamento: www.mulhernafotografia.com.br

SERVIÇO EXPOSIÇÃO
Exposição “Fotógrafas Brasileiras: um recorte no acervo fotográfico do Museu da Fotografia Cidade de Curitiba”.
Palestra e abertura da Exposição: 27/07 às 19:30 – Sala Scabi
Período de permanência: 27/07 a 03/09/2017
Local: Museu da Fotografia Cidade de Curitiba
Solar do Barão – Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533 – Centro – Curitiba PR
Horário: 3ª. a 6ª. das 9:00 às 12:00 – 14:00 às 18:00 horas
Sábados e Domingos – 12:00 às 18:00 horas
Informações: (41) 3321-3260 – Entrada Franca

 

SERVIÇO SEMINÁRIO
SEXTA 28/07 das 19h às 22h;
Palestrantes: Maureen Bisilliat (SP), Isabela Lanave (PR) e Rosely Nakagawa (SP)
SÁBADO 29/07 das 15h às 18h;
Palestrantes: Angela Magalhães (RJ), Milena Costa (PR) e Rosely Nakagawa (SP)
DOMINGO 30/07 – das 15h às 18h e projeção (PREMIADOS) das 18h às 18h30.
Palestrantes: Luciana Berlese (PR), Anuschka Lemos (PR) e Rosely Nakagawa (SP)
Local: Museu da Fotografia Cidade de Curitiba – Sala Scabi
Solar do Barão – Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533 – Centro – Curitiba PR
PARA O SEMINÁRIO AS VAGAS ESTÃO LOTADAS – Somente fila de espera.