Extásia lança carta de drinks assinada por Cris Almorin

Recém inaugurado no Batel, o restaurante Extásia lança uma novidade. O público já pode conhecer sua carta de drinks, que é assinada pelo bartender Cris Almorin. Acompanhando a linha da gastronomia da casa, que segue uma fusão asiática contemporânea, os coquetéis também mistura referências e sabores de países como Japão, Tailândia, Coreia e China. São 19 opções de drinks, que vão desde os mais leves e refrescantes até os mais encorpados.

Cardinale. Crédito – Divulgação.

Cris Almorin atualmente se dedica à consultorias e cursos. Já passou por bares como Punch, + 55 e Officina, além do restaurante Zëa Mais, onde começou a despontar. Ele conta que estudou o conceito e gastronomia da casa para pensar nos drinks. Assim, as bebidas também vão na linha de fundir toques contemporâneos com sabores da Ásia.

Drinks harmonizados

Um dos pontos altos da carta são as releituras de clássicos. O Red Mule, por exemplo, conta com wasabi na receita. Versão do tradicional Moscow Mule, leva ainda Syrup Red Berry (de mirtilo, amora e framboesa), vodka Stolichnaya, espuma de gengibre com uma nova dose de wasabi e água gaseificada (R$ 25). Com leve toque ácido, harmoniza bem com peixes. Já o Cardinale Cocktail é uma variação do Negroni, com Noilly prat (vermouth seco francês), Campari, Bombay Sapphire e azeitona (R$ 25). “Por ser um coquetel mais seco, a azeitona pode ser comida para ajudar a boca a salivar novamente”, explica o bartender. Cardinale é uma ótima pedida para pratos com carnes.

Red Mule. Crédito – Divulgação.

O drink Jungle Bird #3 é uma nova releitura feita por Almorin. É um drink cítrico e refrescante com leve toque amargo no fim. Harmonizando bem com arrozes e camarão, o coquetel funciona bem como “porta de entrada” para o amargor, muitas vezes pouco valorizado por quem está começando a apreciar a coquetelaria. Na receita, Bacardí Gold, Jerez Tio Pepe, Campari, suco de abacaxi, xarope de açúcar, angostura orange e limão (R$ 20).

Releituras

Com base de cachaça, o Ouro Branco tem um toque amendoado fundido com a presença cítrica e a doçura da cana. A canela em pau tem a ponta queimada com fogo alto, fazendo uma defumação aromática até chegar ao cliente, tornando o drink ideal para carnes. Ele é preparado com Cachaça Leblon, limão, orgeat (xarope artesanal de amêndoas), suco de laranja, bitter orange, bitter de cacau, casca de limão e canela em pau (R$ 18).

Edu Ribeiro e Cris Almorin. Crédito – Divulgação.

Já o Purple Dream #2 é uma releitura de coquetel autoral de Cris. Aqui, uma versão ainda mais refrescante traz vodka Grey Goose Le Citron, limão, gengibre, bitter de maçã, Syrup Red, hortelã e limão (R$ 34). Estas características fazem o coquetel combinar bem com saladas e comidas frias, como as do Raw Bar, parte do cardápio dedicada a pratos com ingredientes crus e frescos.

Pineapple Storm. Crédito – Divulgação.

Os pratos crus também harmonizam bem com outros drinks, conta Cris. Entre eles estão o Pineapple Storm (Bacardí Carta Blanca, Cynar, suco de abacaxi, limão, angostura orange e hortelã – R$ 20) e Águas de Amázzoni (Amázzoni Gin, zimbro e água tônica – R$ 23). O bartender residente da casa é Edu Ribeiro.

Extásia Curitiba

Funcionamento: aberto para jantar de segunda-feira a sábado, das 19h às 0h, para almoço das 12h às 15h.
Endereço: Rua Teixeira Coelho, 255 – Batel, Curitiba – PR
Reservas: (41) 3015-1003
Siga: www.instagram.com/extasiacuritiba