Hilírico resgata a criança interior do público

Lembra quando o céu era coberto por nuvens feitas de algodão? Quando uma pilha de caixas e almofadas eram um castelo? E na corda, qual o seu recorde? Se você não entendeu ou não conseguiu responder a essas perguntas, precisa assistir ao espetáculo HiLíRicO – uma dramédia musicalidada. Com apresentações a R$10/R$20 agendadas para o dia 13 de setembro no Teatro Universitário de Curitiba – TUC e dia 15 de setembro no Teatro Cleon Jacques, a peça reúne comédia e performances musicais ao vivo com um toque de caos do Rock ‘n’ Roll.

Crédito – Igor Takashina.

Com diálogos sobre a dificuldade de rir e de levar a vida de forma mais leve, e músicas que abordam o processo de amadurecimento, a simplicidade e inocência infantis, HiLíRicO convida a todos para esse resgate da infância.

Hiliricando
HiLíRicO começou como uma releitura do texto elaborado pelo ator e dramaturgo Daniel de Mattos Keller. O autor explica que a peça foi originalmente criada para uma turma de adultos em um grupo de teatro terapêutico que não sabia brincar. Daniel comenta o quanto isso é natural e exemplifica com o desconcerto de algumas pessoas ao interagir com crianças pequenas. “A gente se esquece de como é. De repente você precisa brincar com um sobrinho ou filho de um amigo e não tem a menor ideia de como fazer isso”.

Com esse tema em pauta, Daniel apresentou a ideia ao Multipersonas Coletivo Teatral para que pudessem reinterpretá-lo e levá-lo a mais pessoas. O ator Jorge Augusto Costenário, que vive o protagonista da peça, comenta que o processo começou mais introspectivo, mas acabou se transformando em algo maior.

Crédito – Igor Takashina.

“As músicas criadas reforçam esses sentimentos contraditórios relacionados à necessidade de crescer e amadurecer, mas sem perder a ternura e a alegria. O resultado ficou muito bonito e tenho certeza que o público irá se surpreender. Nem vão perceber e já estarão cantando com a gente”, comenta o artista.

Com a direção e a composição musical de João Mauro Cruz e a participação dos músicos Laura Fontes e Lucas Scremin, HiLíRicO cria uma atmosfera híbrida entre o surrealismo e o realismo. As músicas criadas para a peça misturam o carinho das cantigas infantis com a força e a intensidade do Rock N’ Roll. “Foi um trabalho bastante interessante. Para criar esses personagens, supostamente imaginados por esse colunista frustrado, buscamos referências em totens animais e estudamos diversos estilos e personalidades do Hard Rock, Glam Rock, Gotic Rock e até o Funk Rock. Uma hora, me perguntei: ‘Como um tigre do Hard Rock anda de forma sensual?!’”, brinca a atriz Mariane Rocha, intérprete da Musa.

João Mauro Cruz, explica que o espetáculo utiliza de um hibridismo de estéticas para trazer a tona o questionamento do existencialismo a partir de um roteiro pós dramático e de uma encenação que permeia entre o naturalismo e o caricato: “Essa fusão entre uma linguagem realista e cotidiana – palpável da vida adulta – e a emersão do simbolismo infantil, inato à existência de todo ser humano (aquilo que está perdido no mundo das ideias), questiona e incentiva o potencial imaginativo do espectador”, conclui o diretor.

Os ingressos podem ser adquiridos pela internet, no site Eventbrite ou no dia das apresentações, nas bilheterias dos teatros. Os valores são R$10/R$20 e as apresentações acontecem no Teatro Universitário de Curitiba – TUC, dia 13 de setembro, às 20h30; e no Teatro Cleon Jacques, dia 15 de setembro, às 17h30.

Sinopse
Para escapar da falência certa, um colunista arrisca escrever sua primeira comédia. O problema? Sua falta de capacidade para criar uma piada sequer. Em meio a um pseudo-surto gerado pelo bloqueio criativo, o autor confronta seus próprios personagens em um resgate de uma infância há tanto tempo esquecida. Com uma estética inspirada no mundo onírico e no surrealismo, HiLíRicO busca elucidar o público que não é preciso ser criança para rir ou brincar.

Ficha técnica
HiLíRicO
Comédia | Ópera-Rock/Teatro Musical | Classificação: livre

Texto: Daniel de Mattos Keller
Direção e composição musical: João Mauro Cruz
Elenco: Daniel de Mattos Keller, Guilherme Koehler, Jess Oliveira, Jorge Augusto Costenário e Mariane Rocha
Músicos: João Mauro Cruz (violão e teclado), Laura Fontes (percussão) e Lucas Scremin (violão)
Iluminação: João Mauro Cruz
Cenário e Figurino: Multipersonas Coletivo Teatral
Trilha original: João Mauro Cruz / Multipersonas Coletivo Teatral
Maquiagem e Operação de luz: Taynara Siqueira
Produção: Multipersonas Coletivo Teatral
Patrocínio: Malires Gráfica e Editora
Apoio: Teatro Barracão EnCena

Ingressos antecipados: Eventbrite

Mais informações: facebook.com/coletivomultipersonas
Instagram: @multipersonascoletivoteatral