TETO vai construir 26 moradias emergenciais em Curitiba neste mês de outubro

Neste mês de outubro, nos dias 12, 13, 19 e 20, mais de 300 voluntários e moradores de comunidades carentes de Curitiba irão trabalhar juntos na construção de 26 moradias emergências. As novas casas serão erguidas pela organização TETO nas comunidades Santos Andrade (Campo Comprido), Vila Harmonia (Barigui) e Vila Pantanal (Boqueirão).

Crédito – Divulgação.

O objetivo da ação é garantir o direito à moradia digna para dezenas de famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Com essa ação, o TETO chega à casa de número 400 no Paraná, um marco histórico para a organização, que atua no estado desde 2015.

Para chegar aos beneficiados, o TETO promoveu diversas ações especiais, que vão de entrevistas com os interessados até a análise dos terrenos que irão receber as moradias. Na construção, serão investidos mais de R$ 100.000,00, montante que engloba todos os materiais necessários para a construção das casas e, também, a infraestrutura necessária para transporte, alimentação e acomodação dos voluntários.

Crédito – Divulgação.

“Nós não contamos com dinheiro público. Todo o nosso investimento é feito a partir de valores arrecadados em ações especiais da organização e, principalmente, por meio de doações de pessoas físicas e jurídicas. Ou seja, o TETO é um caso digno de pessoas ajudando pessoas. Temos muito orgulho disso”, comenta Lucas Kogut, diretor geral do TETO Paraná.

O TETO

Presente em vários países, a organização internacional TETO atua há mais de 10 anos garantindo o direito à moradia nas favelas mais precárias e invisíveis do país, por meio de programas sociais que geram soluções concretas de melhorias das condições de moradia e habitat.

A organização atua no Paraná desde 2015. Neste período, foram construídas 397 casas, além da realização mais de 2 mil enquetes socioeconômicas e mobilização de mais de 4 mil voluntários. No estado, o TETO conta com equipes fixas em seis comunidades: Caximba (Curitiba), Parolin (Curitiba), Portelinha (Curitiba), 29 de Março (Curitiba), Tiradentes (Curitiba), Vila Nova (Colombo), Favorita (Araucária) e Santa Cruz (Araucária).