Complexos comerciais de rua: uma tendência que veio para ficar

Os complexos comerciais de rua, também conhecidos como strip malls, que foram tendência no passado, apontaram crescimento nos últimos anos, inclusive em 2020, segundo a ABSMalls (Associação Brasileira de Strip Malls). Essa mudança deve-se principalmente ao momento atual, em que é preciso uma adaptação as novas restrições de convívio social, criando um novo hábito entre os consumidores.

Complexo Torres. Crédito – Anderson Laus Netto.

Um dos grandes pontos positivos dos centros comerciais em comparação aos shoppings centers, é a menor restrição de horários, maior circulação de ar e áreas ao ar livre, facilitando o distanciamento social. Neste tipo de complexo, o fluxo combinado de grandes operações, garante um movimento diário de clientes, para todas as operações do local.

Outro ponto forte desses locais é a diversidade de segmentos, que faz com que o cliente consiga resolver todas as suas necessidades, tornando-os ainda mais atrativos. Além disso, uma característica que se assemelha as vantagens de um shopping é a comodidade para os clientes, que podem circular por ambas as lojas, com acesso interno e coberto, que faz muita diferença nos dias frios e chuvosos, típicos da região sul.

É importante salientar que em um momento como esse, o fato destes locais possuírem aluguéis e condomínios com valores normalmente inferiores aos de shoppings centers, permite que muitas operações tenham resultados melhores, tornando-se uma opção mais vantajosa para lojistas.
A ligação entre as lojas se dá normalmente por uma praça de alimentação, tornando o ambiente agradável e convidativo para quem passa por ali. Lembra muito um shopping, trazendo a mesma comodidade, porém com um custo menor.

Um grande exemplo são os complexos localizados a região metropolitana de Curitiba. Logo que chegamos ao município de São José dos Pinhais, pela avenida das Torres, nos deparamos com grandes empresas que se concentram na região. E logo à esquerda (para quem vai no sentido de São José), está localizado, por exemplo, o Complexo Torres, integrado por grandes marcas como Daju, Balaroti, Cobasi e Atacadão.