Carlos Cabral traz sugestões de vinhos para o inverno

O inverno chegou com tudo e, para aproveitar as noites frias, nada como degustar um bom vinho. Encorpado, suave, tinto, branco, com diferentes cores e sabores, eles são um motivo a mais para curtir a estação em casa. Carlos Cabral, enólogo e consultor de vinhos do Pão de Açúcar Adega, (www.paodeacucar.com/adega), plataforma especializada em vinhos com entrega em todo o país, traz sete sugestões de rótulos para degustar nesta temporada.

Crédito – Divulgação.

1. Jardín de Macul, produzido pela Viña Cousino-Macul, foi eleito como o melhor Merlot Chileno. Vem dos vinhedos mais antigos de Merlot da Cousino-Macul, plantados em 1981. Seu envelhecimento em barricas francesas por 16 meses assegura notas de ervas, de frutas vermelhas, de especiarias e de terra.

Crédito – Divulgação.

2. Uma verdadeira lenda do vinho italiano, o Brunello di Montalcino Biondi Santi é um dos vinhos mais disputados de todo o mundo. Possui uma opulência de frutas maduras e uma elegância de taninos aveludados.

Crédito – Divulgação.

3. Outro destaque italiano é o Elio Grasso Barolo Ginestra, com notas de frutas vermelhas, chocolate e café, além de taninos firmes e presentes.

Alma Negra Orange. Crédito – Divulgação.

4. O argentino Alma Negra Orange se destaca por ser um vinho branco com alma de tinto e de características únicas. Com a cor laranja, possui notas frescas e aromas que recordam damasco, castanha-de-caju e flores secas.

5. O rótulo divertido que retrata uma cena fiel de Lisboa é uma das características do Porta 6, um vinho português elegante e macio, com mistura de uvas típicas de Portugal.

Crédito – Divulgação.

6. O português Porto Reserva Adriano, um blend de vinhos envelhecidos por 6 a 7 anos em barris de carvalho, (7) e o francês Clos Vougeot Grand Cru, que possui notas florais, de frutas negras e de especiarias, além de taninos delicados, fecham a lista.

Queijos e vinhos – Para quem não abre mão de harmonizar os rótulos com queijos, o Pão de Açúcar Adega também lista as melhores combinações:
• Camembert, Gouda e Brie harmonizam com vinhos brancos e tintos leves, como os feitos com a uva Chardonnay, o Pinot Noir e o Merlot;
• Queijo roquefort combina com vinho do Porto e Espumantes;
• Queijo Gorgonzola pode ser consumido com vinhos tintos encorpados e secos, como o Malbec ou o Cabernet Sauvignon;
• Queijo Ricota, de cabra ou Cottage harmonizam com vinhos brancos leves, com características frutadas e refrescantes. Vinhos feitos com Sauvignon Blanc ou Espumantes são boas pedidas.
• Queijo Emmental, Pecorino, Grana Padano e Gruyère harmonizam com tintos encorpados. Algumas opções são os italianos clássicos, como Chianti e Barolo, e os franceses da região do Rhône ou de Bordeaux.