Sebrae/PR e Fecomércio PR lançam iniciativa para apoiar retomada do turismo regional

Com o objetivo de apoiar o fortalecimento do turismo paranaense e, também, de oportunizar a retomada do setor pós-pandemia, Sebrae/PR, Fecomércio PR e Paraná Turismo apresentaram uma iniciativa que irá beneficiar diretamente as Instâncias de Governanças Regionais de Turismo (IGRs), associações sem fins lucrativos, que são como espaços de articulação entre poder público, iniciativa privada e sociedade civil. A estratégia faz parte de um programa de regionalização do turismo e contempla as orientações do Decreto nº 5925/2012.

Apresentação da iniciativa ocorreu durante reunião online, com cerca de 50 participantes. Crédito – Divulgação.

Os trabalhos já estavam previstos desde o fim de 2019, mas com o início da pandemia, o cronograma precisou ser revisto. Agora, diante do cenário de gradual retomada das atividades, a iniciativa oferece possibilidade de profissionalização, capacitações e melhoria em aspectos como gestão, liderança e representatividade institucional para fortalecer as 14 IGRs do Paraná.

“Desde o ano passado, estávamos desenhando essa parceria para fortalecer as IGRs. Agora, essa ação faz ainda mais sentido porque sabemos que a retomada do turismo pós-pandemia será, inicialmente, num contexto regional. Portanto, quanto mais profissionalizados, instrumentados e preparados para receber os turistas, melhor será o rendimento dessas instâncias”, explica a coordenadora estadual turismo do Sebrae/PR, Patricia Albanez.

Na programação, está prevista a oferta de 120 horas de consultorias gratuitas e individualizadas para os membros das IGRs, compostas por diagnóstico de gestão, plano de ação e monitoria de resultados, além da realização de pelo menos três workshops sobre liderança e representatividade política e regional das IGRs. No trabalho, estarão envolvidas as principais representações de turismo de cada região, além de consultores do Sebrae/PR e técnicos da Fecomércio PR.

“Um grande trabalho só é possível quando feito por várias mãos. Esta parceria vai fortalecer as IGRs e empresas de turismo de todas as regiões do Estado para a demanda que irá surgir, pois sabemos que o turismo regional será o primeiro a retomar. Agora, é hora de investir em capacitação para que a retomada seja sustentável, segura e que mantenha o Paraná como uma referência no trabalho realizado com as regiões”, destaca o gerente de turismo do Sesc e representante da Fecomércio PR, Giovanni Bagatini.

No Paraná, o Programa de Regionalização do Turismo já tem 17 anos de trajetória. Desde o início, o Estado trabalha para fortalecer e dar mais visibilidade às regiões turísticas, divididas atualmente em: Litoral; Rotas do Pinhão; Campos Gerais; Norte Pioneiro; Norte do Paraná; Vale do Ivaí; Ecoaventuras, Histórias e Sabores; Corredores das Águas; Entre Matas, Morros e Rios; Cataratas do Iguaçu e Caminhos ao Lago de Itaipu; Riquezas do Oeste; Lagos e Colinas; Terra dos Pinheirais e Vales do Iguaçu.

Em cada região, as IGRs são compostas por representantes que atuam para melhorar a articulação e interlocução entre poder público, iniciativa privada e sociedade civil. Com o início desta ação proposta pelo Sebrae/PR, Fecomércio PR e Paraná Turismo, a expectativa é que esse trabalho seja ainda mais fortalecido.

“Nosso maior desafio é desenvolver redes de apoio, envolvendo diversas instituições que entendam a importância das IGRs como interlocutoras entre cidades e Estado. Há um grande comprometimento com o turismo em cada região e sabemos que ainda existem muitas dificuldades. A ação com as Instâncias, além de contribuir para agregar mais valor a este trabalho, também poderá fortalecer as IGRs perante empresários e possíveis apoiadores do turismo regional”, detalha a diretora técnica da Paraná Turismo, Isabella Tioqueta.

Com o plano apresentado e diante das expectativas para a retomada, o diretor executivo da agência de desenvolvimento regional do Sudoeste do Paraná, Célio Bonetti, vê esta oportunidade como um passo importante para o avanço das IGRs.

“Toda ação que visa o fortalecimento das IGRs é bem-vinda. Pelo trabalho que já conhecemos do Sebrae/PR, Fecomércio PR e Paraná Turismo, apostamos que a consultoria proporcionada vai atingir as expectativas, pois vai focar na estruturação no que tange a temas como gestão, estrutura financeira e relacionamento com o empresário do turismo de cada região”, conclui Célio.

Os trabalhos previstos são embasados no Decreto nº 5925/2012, que instituiu o Certificado de Reconhecimento das Instâncias de Governança Regional de Turismo do Paraná e, também, no Masterplan Paraná Turístico 2026, um pacto que traça direcionamentos estratégicos para o turismo estadual. O objetivo é concluir o cronograma de atividades até outubro deste ano.