Artista paranaense é confirmada em livro do SobreGentes

O ArteGente, livro que busca valorizar e apoiar artistas de diversas vertentes, principalmente em tempos de distanciamento social, recebeu até julho inscrições de todo o Brasil e, inclusive, de fora do país. A obra, que será lançada ainda em 2020, é o quinto projeto editorial do perfil @sobregentes no Instagram, conhecido por compartilhar histórias de personagens da vida real. Uma equipe de curadores ficou responsável pela seleção dos nomes, entre eles o da artista plástica Vivien Zanlorenzi, formada pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP), onde também finalizou pós-graduação em História da Arte do Séc. XX.

Vivien Zanlorenzi. Crédito – Divulgação.

Com 33 exposições coletivas, 4 individuais e 10 salões com 3 premiações no currículo, Vivien é parceira da Fundação Cultural de Curitiba desde 1999, onde ministra aulas de pintura e desenho artístico, sendo uma grande fomentadora da arte, acima de tudo. Seus orientandos já participaram de, aproximadamente, 24 exposições. “Gosto da palavra ‘orientadora’. Eu oriento pessoas que gostam ou precisam da arte, que é um importante canal para a alma”, revela a artista natural de Curitiba.

Entre outros nomes já confirmados estão os dos baianos Bel Borba, Denissena e Maria Adair, artistas visuais já consagrados. Talentos da nova geração, como o escritor Edgard Abbehusen, o fotógrafo Celo Hermida e o artista plástico Elano Passos são alguns dos destaques do livro, que contará ainda com nomes do Ceará, São Paulo, Amapá, Estados Unidos e França. Saiba mais acessando www.sobregentes.com.br e conheça todos os nomes no destaque “Artistas”, no Instagram do SobreGentes.