Guilherme Krauss cria “portinha literária” para o seu segundo livro

As intensas mudanças provocadas pela pandemia de Covid-19 em todos os setores, incluindo editoras e livrarias, não foram impedimentos para que as crônicas de Guilherme Krauss chegassem às mãos de seus leitores em 2020. O escritor, professor e empresário curitibano possui há pelo menos três anos uma fiel e crescente audiência que recebe suas crônicas por e-mail, todas as segundas-feiras, religiosamente.

Crédito – Divulgação.

Porém, se ser lido durante a pandemia não foi um problema, publicar e lançar um livro no formato físico neste ano de incertezas e transformações foi algo visto pelo escritor como um desafio a ser encarado. Na contramão do mercado editorial, “Cartas para o Recomeço” chegou às prateleiras com edição d’A Grande Escola, no dia 12 de dezembro, em um evento igualmente adaptado à nova realidade trazida pela Covid-19.

Inspirado na recente tendência dos microempreendimentos – lojas pequenas, sem entrada de público e geralmente comandadas por uma só pessoa –, Guilherme teve a ideia de criar uma “portinha literária” especificamente para o lançamento de seu segundo livro. “Gostaria de fazer o lançamento na livraria, mas devido à pandemia, nenhuma está realizando esse tipo de evento. Então, encontrei esse ponto na Alameda Prudente de Moraes e achei perfeito para uma loja pop-up”, conta.

Sempre às segundas

“Cartas para o Recomeço” reúne todas as crônicas da segunda temporada do projeto “Toda Segunda É um Pequeno Réveillon”, iniciado há três anos por Guilherme com o intuito de escrever textos – ele ainda não os chamava de “crônicas” – todas as segundas-feiras, enviados por e-mail a um grupo pequeno de leitores cadastrados. Como temática, uma premissa em comum: a de que toda segunda-feira é uma nova vida que se inicia e que pode ser um início tão esperançoso quanto as festas de Ano Novo.

Crédito – Divulgação.

O projeto, que começou com a ideia de durar apenas quatro semanas e atingir pouca gente, acabou se estendendo por um ano e impactando milhares de pessoas. A primeira temporada foi encerrada em dezembro de 2018 com a publicação, por sugestão dos próprios leitores, de uma coletânea das crônicas enviadas ao longo de um ano, batizada de “Toda Segunda É um Pequeno Réveillon”.

A segunda temporada do projeto teve início em abril de 2019, já destinada a se tornar o segundo livro da série, lançado agora. A previsão era reunir, ao todo, 50 textos. Porém, ao entregar o último, em plena pandemia, o escritor não se sentiu pronto para encerrar o ciclo e “passou do ponto de propósito”. “Não me senti pronto para parar. Quis escrever, viver e trazer um pouco das segundas-feiras confinadas para as páginas, para que as experiências da pandemia ganhassem um registro”, conta.

Com projeto gráfico mais leve que o da obra anterior, “Cartas para o Recomeço” é impresso em papel off-white e mais maleável, pensado para oferecer conforto ao leitor. “Os textos conversam de forma orgânica, oferecem alívio e a chance de um respiro, um momento seu, neste período em que as forças parecem estar chegando ao fim, que é o término do ano e a expectativa pelo início de 2021”, explica.

Crédito – Divulgação.

Transitando pela filosofia, psicologia e cultura pop em crônicas leves e bem-humoradas, Krauss apresenta reflexões e ideias otimistas sobre grandes dilemas de todos nós, como o sentido da vida, felicidade, tempo, ansiedade, crises emocionais, sucesso, vulnerabilidade e agora, a pandemia. No total, são 57 segundas-feiras ou 57 perspectivas de como esse dia pode deixar de ser pesado e passar a ser vivido como um verdadeiro Réveillon.
⠀⠀⠀⠀⠀
Serviço:
Para mais informações acesse o perfil oficial do escritor no Instagram @guilhermekrauss

http://livro.agrandeescola.com.br/cartas

Sobre o autor

Guilherme Krauss é escritor, professor e empresário. Autor dos livros “Cartas para o Recomeço”, de 2020, e “Toda Segunda É um Pequeno Réveillon”, de 2018, além de idealizador do Humans Happiness Survey, estudo que mensura a felicidade em empresas de todo o Brasil. Krauss é fundador da Hümans At Work, consultoria que trabalha com desenvolvimento de soft skills, cultura e felicidade no ambiente do trabalho e co-fundador d’A Grande Escola, empresa que promove eventos de desenvolvimento pessoal e pesquisas direcionadas à qualidade de vida.

Além disso, o curitibano é palestrante e já falou para públicos pelo Brasil e em países da América Latina, ao lado de speakers consagrados, como Tal Ben-Shahar, professor de Harvard e um dos maiores especialistas em felicidade do mundo, além de Monja Coen e Luiz Felipe Pondé. Após a publicação de dois livros já aceita ser chamado de escritor e não se importa em carregar o rótulo “autoajuda”, já que, graças a ele, viu-se ao lado de referências como Fabrício Carpinejar, Fernanda Young, Marcos Piangers, Luiz Felipe Pondé e Monja Coen.