André Pionteke traz novo conceito de gastronomia oriental para Curitiba

Inaugurado no final de 2019, o Kitsune, empreendimento gastronômico comandado pelo chef André Pionteke, curitibano que ganhou popularidade com a participação no Masterchef Profissionais, conquistou um espaço único na capital paranaense. Pautado em ingredientes locais da região da Mata Atlântica – bioma do litoral do Paraná – aliados às técnicas da culinária oriental, o restaurante agora entra em nova fase com uma reestruturação completa que envolve conceito, ambientação e cardápio, que agora deixa de oferecer uma opção única, que era o lámen, para consumo rápido.

Crédito – Divulgação.

Apostando em um conceito intimista e sofisticado, o novo formato do Kitsune tem por objetivo proporcionar uma experiência gastronômica completa, muito além da refeição. “Renovamos o menu quase completamente. Mantivemos poucas das antigas opções que eram mais voltadas para uma refeição rápida. Sentimos a necessidade de transmitir essa ideia intimista e exclusiva também na elaboração e na apresentação dos pratos, garantindo que o público tenha uma imersão completa em nosso conceito. Saímos da ideia de um prato único, que era o lámen, para criar a oportunidade do cliente montar o seu almoço ou jantar com entradinhas e várias alternativas de pratos principais”, detalha o chef André Pionteke.

A decisão de renovar as receitas e a forma de atendimento veio das transformações ocasionadas pelo período de pandemia. “Nós só funcionamos normalmente durante 3 meses antes da pandemia, então todo esse tempo acabou sendo um grande período de testes para nós. Durante os últimos meses, nós observamos as necessidades e preferências do nosso público. A partir dessa análise, conseguimos adaptar as expectativas ao estilo de comida que queríamos oferecer e conseguimos chegar a essa concepção nova, voltada para pessoas com paladar ousado”, explica o chef.

Chef André Pionteke. Crédito – Divulgação.

O novo menu do Kitsune é composto por nove opções de entradas, entre elas o snack de siri servido com maionese de tucupi (R$ 32) e a Gyoza de porco moura, cebola caramelizada e molho misso; seis opções de pratos principais, sendo dois lamens (de porco moura e de castanha de caju – R$ 45 cada), o saboroso Porco Moura com pupunha e tomates (R$ 89), o Peixe Branco com pirão, cenoura e farofa (R$ 74), o Siri com leite de coco e espuma de marisco defumado (R$ 62) e Cogumelos com vegetais, castanha de caju e molho misso (R$ 58); e três opções de sobremesa, com destaque para o Choux com ganache de chocolate branco com Matcha e iogurte (R$ 22).

Crédito – Divulgação.

Outra grande novidade é que agora o restaurante oferece duas opções de menu degustação, com 4 tempos (R$ 170) ou 6 tempos (R$ 220). Além disso, para completar a experiência com um bom drink, o Kitsune em breve lançará uma carta de coquetéis exclusiva com opções autorais e clássicas, além dos vinhos e saquês já disponíveis. Para completar, a valorização de produtos e fornecedores locais continua sendo uma prioridade para o chef André Pionteke.

“Deixamos muito do conceito inicial do Kitsune para trás, mas seguimos focados em endossar os produtos locais e ingredientes da Mata Atlântica. Usamos ostra nativa do litoral do Paraná, cogumelos plantados aqui, erva mate regional, só servimos vinhos da região sul, sempre evidenciando os componentes do nosso bioma. A pegada regional sempre fará parte da nossa identidade. Nos inspiramos na cozinha oriental, mas imprimimos também a brasilidade em nossas receitas. Acreditamos muito na qualidade da nossa comida e esse é o nosso grande diferencial”, completa.

O Kitsune funciona na Rua Celeste Santi (nº 358), no bairro Ahú, e funciona de quarta a sexta, das 18h30 às 23h, aos sábados, das 12h às 15 e das 18h30 às 23h, e aos domingos, das 12h às 15h. Para mais informações, acesse o perfil oficial do restaurante no Instagram (@kitsune.cwb).