Cantora curitibana Ninah Jo é destaque no The Voice + 2022

Com a performance de “Paciência”, composição de Lenine e Dudu Falcão, a curitibana Ninah Jo, 62 anos, está na segunda edição do The Voice + 2022 e faz parte do Time Fafá. Apaixonada por música, a cantora já dividiu os palcos com Angela Ro Ro, Jorge Vercillo e Padre Fabio de Melo.

Crédito – Divulgação.

Segundo os críticos, ela é dona de uma voz de personalidade e timbre próprios. Ninah Jo mora no Rio de Janeiro desde 1982 e chegou à capital fluminense pelas mãos do amigo Albino Pinheiro. Participou da “Companhia das Ilusões”, musical de autoria de Altay Veloso e Paulo Cesar Feital, e paralelamente, seguiu carreira solo como intérprete, recebendo vários prêmios de melhor intérprete, conquistando o primeiro lugar em festivais de música por todo o Brasil.

“Como uma das vencedoras do programa “A Grande Chance”, participei do CD “Tributo a Billy Blanco”, com arranjos de Gilson Peranzetta. Fui uma das integrantes do grupo “Mulheres de Antenas”, que recebeu em seus shows nomes como Moska, Isabella Taviani, Jorge Vercillo, Fátima Guedes, Fafy Siqueira, Lucinha Lins. Sob a direção de Ernesto Piccolo, fizemos temporadas em casas do Rio de Janeiro, Brasília e Minas Gerais, com grande sucesso de público e de crítica”, conta.

Gravou o primeiro CD solo “Caminhos de Mim” com um grupo de músicos da mais alta competência, sob a batuta do violonista e arranjador Pedro Braga, além das participações especiais de Jorge Vercillo e dos maestros Wagner Tiso e Jacques Morelenbaum. A música “Meu Cordel”, de autoria de Ninha Jo em parceria com Paulo Cesar Feital, foi premiada no 2º Prêmio Grão de Música, que valoriza compositores, intérpretes e instrumentistas da música brasileira, de diferentes gerações.

Sobre o CD solo de Ninah Jo, Guilherme Arantes disse: “que voz linda, que dignidade, que arranjo arrasador”. João Bosco destacou que ela está cantando lindamente e que trouxe recordações impagáveis. Para Fátima Guedes, “a deliciosa poesia na voz dela vai dizer tudo para você, acredite”. E por fim, Vital Lima afirma que Ninah Jo entrega o som “a nós e nos entregamos ao som numa viagem de encantos”.

A trajetória musical de Ninah Jo tem destaque na montagem da ópera “O Alabê de Jerusalém” de autoria de Altay Veloso, que levou ao Canecão uma produção com nomes como Jorge Vercillo, Alcione, Lenine, Ivan Lins, Elba Ramalho, Fafá de Belém, Zezé Motta, Leny Andrade. Nessa ocasião, a cantora recebeu destaque das críticas quando contracenou com Lucinha Lins um dos momentos mais emocionantes do espetáculo.

O timbre inconfundível de Ninah Jo marcou a trilha sonora da novela “Fina Estampa” da Rede Globo, juntamente com Jorge Vercillo na música “Memória do Prazer”. Em 2015, é convidada a gravar uma música no CD “Deus no Esconderijo do Verso” do Padre Fabio de Melo, juntamente com Nana Caymmi, Elba Ramalho, Fafá de Belém, Fagner e Zeca Pagodinho.