O cinema de Fernando Severo é o tema da primeira sessão do Cineclube Terra em Transe

A obra do cineasta Fernando Severo será o tema da primeira sessão do Cineclube Terra em Transe, que será realizada na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) no próximo sábado, dia 2 de abril, às 10 horas. No evento serão exibidos os curtas-metragens O significador de insignificâncias (2016), Paisagem de meninos (2003) e Visionários (2002). A entrada é gratuita.

Depois da sessão, o diretor participa de um bate-papo com os participantes do evento. O Cineclube Terra em Transe é um projeto do curso de Cinema da PUCPR, que tem como objetivo conectar a comunidade com os realizadores locais e ajudar na formação de repertório do público. O projeto acontece duas vezes ao mês, em sessões em diferentes espaços da capital paranaense.

Reconhecido como um dos principais nomes do cinema paranaense, Severo trabalha com cinema desde 1979. Já realizou mais de quarenta filmes como diretor, roteirista, produtor e montador. Além dos curtas citados, a filmografia do cineasta também inclui os longas-metragens Corpos Celestes (2009), co-dirigido ao lado de Marcos Jorge, e o documentário Espírito da Contradição (2019), sobre a vida e a obra do intelectual paranaense Newton Carneiro Affonso da Costa. Foi diretor do Museu da Imagem e do Som do Paraná, membro do Conselho de Cinema do Ministério da Cultura e vice-presidente da Associação Brasileira de Documentaristas. É professor no Curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Estadual do Paraná e curador do Festival de Cinema da Lapa.

Cineclube Terra em Transe – O Cinema de Fernando Severo
Quando: 2 de abril de 2022, às 10h
Onde: Sala Acústica do Bloco Vermelho da PUCPR, na Rua Imaculada Conceição, n° 1.155, no Prado Velho.
Entrada gratuita.