Calor, vinho e comida árabe. Aprenda a harmonizar os três componentes!

Com o aumento das temperaturas cada vez mais acentuado, as refeições e bebidas chamam frescor. Nem todo mundo sabe, mas a combinação de vinho com a gastronomia árabe cai muito bem, em especial para esta época do ano.

Trio de pastas.

Trio de pastas.

“A gastronomia árabe tem muitos pratos frios e também utiliza temperos frescos, como a hortelã, que tem tudo a ver com o verão. Além disso, muitos alimentos tem baixo valor calórico, que ainda contribui para quem quer manter a forma”, comenta Fernando Portella, proprietário do Oriente Árabe, restaurante mais tradicional da gastronomia típica em Curitiba.

poty_brut

O sommelier Wagner Gabardo, da Vinícola Araucária, reforça que para o verão, os vinhos brancos e os espumantes são os mais indicados e a dica para a harmonização é procurar sabores que se complementam. “O frescor da hortelã, por exemplo, vai muito bem com o vinho branco”, explica.

angustifolia_chardonnay

Dentro dessa combinação, Portella e Gabardo indicam a harmonização das pastas árabes – hommus, babaganuch e coalhada – com os vinhos brancos. Outra dica é a temperatura do vinho. Segundo o sommelier, ele deve estar refrigerado a uma temperatura entre 7º e 10º. “Para manter essa temperatura, o ideal é deixar a garrafa em um balde com gelo e água”, explica.

 

Veja abaixo a receita dessas deliciosas pastas do Oriente Árabe e com qual vinho harmonizar:

 

– Babaganuch

 

Ingredientes:

2 kg Berinjelas cruas ou 1 Kg Polpa da berinjela Assada

0,200 Kg                              Óleo de gergelim (tahine)

4 a 6                                      Dentes de Alho amassados

0,100 Lt                                Suco de limão

0,015 Kg                              Sal

 

Modo de preparo:

Leve a berinjela ao forno em fogo médio para assar, até que apertando com os dedos ela esteja bem macia. Deixe esfriar um pouco, corte a ponta de cima, abra ao meio no sentido do comprimento, raspe toda polpa. Com uma faca pique a polpa retirada, tempere com o Tahine, o alho, o suco de limão e sal. Misture bem até ficar com a textura de um creme.

 

Harmonização com vinho: Augustifólia Chardonnay – Vinícola Araucária

 

– Hommus

 

Ingredientes:

0,500 kg Grão de bico cru ou 1 Kg Grão de bico cozido

0,250 Kg                              Óleo de gergelim (tahine)

4 a 6                                    Dentes de Alho amassados

0,100 Lt                                Suco de limão

0,0150 kg                            Sal

 

Modo de preparo:

Deixe o Grão de bico de molho por 12h em 2L de água, escorra a água restante.  Adicione 2lL de água e coloque para cozinhar em panela de pressão, após abrir fervura cozinhe de 20-25 min. Após o cozimento, em um processador ou liquidificador, bata bem até ficar com textura de pasta (creme), adicione o Tahine, o alho, suco de limão e sal.

 

Harmonização com vinho: Augustifólia Chardonnay – Vinícola Araucária

 

– Coalhada

 

Ingredientes:

2 litros de leite integral

2 copos de iogurte natural

 

Modo de preparo:

 

Coloque o leite na panela e aqueça mexendo até atingir a temperatura de 85ºC ou levantar fervura. A panela deverá estar sobre uma tela refratária (uma tela metálica que afaste a panela do contato direto com as chamas).  Deixe o leite amornar para a temperatura de 35ºC (outra maneira de certificar da temperatura correta é colocar o dedo no leite e contar até dez, se a temperatura estiver suportável, estará no ponto correto).

Acrescente os dois copos de iogurte e misture.  Cubra a panela com uma tampa. Deixe a panela coberta de 8 a 12 horas em temperatura ambiente. Retire a tampa da panela – neste momento você obteve coalhada fresca. Antes de levar para a geladeira, coloque a quantidade desejada em um filtro de papel ou coador de pano de café e deixe escorrer por um dia na geladeira para obter a coalhada seca. Para obter a textura de creme, bata a coalhada lentamente até ficar cremosa.

Harmonização com vinho: Espumante PotyBrut ou Demi Sec – Vinícola Araucária

 

Rolha livre no Oriente

 

Os amantes do vinho têm rolha livre para trazer seu rótulo de preferência nas noites de quinta e sexta-feira no Oriente Árabe. A rolha livre não tem limite de quantidade de garrafas.

 

Sobre o Oriente – O Oriente Árabe tem quase 50 anos de funcionamento e seu cardápio foi construído com base na tradição da culinária do oriente médio, vindo dos fundadores da casa NoriaHeraki Abdul Hak e Moukhles Jamil Abdul Hak, que nasceram na Síria, e se adaptando também ao gosto dos clientes.

 

Até hoje, as receitas da dona Noria são seguidas à risca e diversas especiarias trazidas da Síria para manter o tempero da tradicional comida árabe.

 

Além do rodízio árabe, que é o carro chefe de casa e prestigia 20 pratos típicos da culinária típica incluindo cortes de carneiro; o cardápio conta com petiscos (falafel, sfihas, kibe frito, etc), sanduíches (chawarma, Beirute, etc), especialidades árabes (kafta, fatouch, haname, etc), couscousmarroquino e ainda diversos combos. De terça a sexta, no horário de almoço, também é servido o menu executivo com preço fixo de R$ 24,90 e diversas combinações possíveis.

 

Nas noites de sábado a casa celebra a cultura e apresenta bailarinas de danças do ventre que interagem com os clientes e proporcionam uma noite diferente e agradável sem custo a mais.

 

O horário de atendimento do Oriente Árabe é outro diferencial. De terça a sábado a casa fica aberta das 11h às 23h sem intervalos. Aos domingos o restaurante funciona apenas para o almoço. O local ainda conta com estacionamento próprio e gratuito.

 

SERVIÇO:


Oriente Árabe
Rua Kellers, 95 (esquina com Dr. Muricy) – São Francisco
Horário de atendimento: Terças a sábados das 11h às 23h. Domingos das 11h às 15h30.
Horário delivery: Terça a sexta das 18h30 às 23h. Sábados das 11h30 às 15h/ das 18h30 às23h. Domingos das 11h30 às 15h.
www.orientearabe.com.br
facebook.com/orientearabe
Instagram @orientearabecwb