Oficina gratuita ensina técnicas para acondicionamento de documentos

A história do papel, seus diferentes tipos de deterioração e como ampliar sua vida útil são alguns dos temas propostos pela professora e restauradora Angela Cherobin na Oficina de Cuidados Básicos de Acervo Documental. Com inscrições gratuitas e vagas limitadas, as aulas acontecem em formato on-line nos dias 13 e 14 de outubro das 14 às 18h. Para participar é preciso fazer inscrição no site https://tatianazanelatto.com.br/ .

Crédito – Divulgação.

As atividades fazem parte da contrapartida do Curso de Educação Patrimonial Princípios de Conservação e Restauro viabilizado pelo Programa de Apoio e Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba. O curso é uma realização da restauradora Tatiana Zanelatto, Unicultura, Governo do Estado do Paraná por meio do Museu Casa Alfredo Andersen. Patrocinam este projeto a Rodo Paraná e a Perkins Engines Company.

Universo documental

Aberto ao público em geral, a oficina pretende subsidiar os participantes com informações teóricas e atividades práticas para preservação de livros, cartas, fotos e avulsos.

Crédito – Divulgação.

Entre os temas do plano de aula da professora Angela estão os conceitos na área de conservação de documentos, preservação, conservação preventiva e higienização; os diferentes tipos de danos causados por poeiras, gorduras, manchas, deformações, rasgos e rupturas, auréolas, amarelecimento, descoloração, biodeterioração, fungos, foxing, insetos, roedores e finalmente como proteger o acervo em demonstrações de limpezas e confecção de pastas, caixas, envelopes e para o armazenamento de documentos.

Trajetória

Angela Cherobin é Bibliotecária e conservadora, iniciou a sua carreira Profissional em Biblioteca Pública trabalhando com incentivo à leitura. Na década 1990 assumiu o Centro de Documentação da Casa da Memória de Curitiba, onde foi responsável pelo planejamento de programas e projetos.

Angela Cherobin. Crédito – Ricardo Almeida.

Participou da elaboração e execução de políticas de preservação de acervo documental, incluindo fotografias, mapas, entre outros documentos. Coordenou a implantação de sistemas de catalogação em diferentes projetos e instituições; destaque para o projeto de reforma e ampliação da Reserva Técnica do Museu Metropolitano de Arte, financiado pelo BNDES em 2005. Também coordenou o acervo da Orquestra Filarmônica Antoninense bem como o tratamento dos documentos do acervo em 2019, que possui aproximadamente 5000 itens como partituras do fim do século IX.

Serviço:
Oficina de Cuidados Básicos de Acervo Documental
Data: dias 13 e 14 de outubro
Horário: das 14h às 18h
Valor: gratuito
Mais informações: https://tatianazanelatto.com.br/
Link direto para inscrição: https://docs.google.com/forms/d/1M6rBUrZs3be7D1D8v8vfsAJamxYZQlheRGMwiRDJMvA