Livro resgata história do festival de cinema que marcou época no Brasil dos anos 60

A história do cinema ganha um registro inédito por meio dos historiadores Maria Christina Baptista Pinto e Vidal Antônio de Azevedo Costa, que se dedicaram ao levantamento de relatos, fotos e registros do Festival Internacional de Cinema Tribunascope de Ouro, realizado no final dos anos 50 e começo de 1960, em um grande evento fora do eixo Rio – São Paulo. O festival, realizado em Curitiba (PR), era um sucesso e contou, em suas últimas edições, com a presença de astros de primeira grandeza de Hollywood que prestigiaram o evento no auge da fama, como os atores Anthony Perkins e Janet Leigh, do filme Psicose, de Alfred Hitchcock, em um mix de estrelas nacionais e internacionais.

Crédito – André Feijó.

Como 16º volume da Coleção A Capital, o livro “Tribunascope: de Calçada da Fama à Guia da Calçada; memórias de um festival internacional de cinema”, lançado pela Factum Editora e editado por Tatiana Marchette, originou-se de um trabalho de conclusão da graduação dos autores, que nos anos 90 cursavam História na Universidade Federal do Paraná. Depois eles se dedicariam a outros projetos e, após mais de 30 anos, eles tiveram a ideia de retomar o tema e assim o livro tomou forma e hoje é um documento raro e obrigatório da história do cinema. “O festival acontecia em Curitiba, nos extintos Cine Ópera e Vitória, e mesmo na cidade é pouco conhecido apesar de ter contado, para a sua realização na época, com o apoio dos grandes veículos de comunicação” conta Vidal Costa. O Tribunascope era uma iniciativa de um dos jornais de maior circulação na época, a Tribuna do Paraná, responsável pela organização e divulgação do festival.

Além da exibição de filmes e da premiação, as últimas edições do Tribunascope incluíram uma glamourosa Calçada da Fama, na qual os artistas deixaram suas assinaturas como recordação. “A Calçada da Fama do Tribunascope é parte da história do Brasil e está sob a guarda da UNESPAR, que administra o prédio do antigo Cine Vitória, de onde foi retirada nos anos 90. Durante anos a Calçada esteve ao lado do Teatro Guaíra, em Curitiba, à disposição do público, e hoje o acesso ainda é restrito até o monumento ser recuperado”, diz o autor do livro.

Para Tatiana Marchette, editora da Factum, o livro contextualiza o momento histórico dos anos 50/60 e resgata documentos até então inéditos. “Os autores, ambos historiadores, atuaram como arqueólogos, cientistas sociais e detetives para reconstituir essa história, não desprezando nenhuma informação. Eles promoveram uma reconstituição elegante, complexa e inédita, pois lançaram mão da análise das representações de uma sensibilidade urbana, mesmo sem boa parte da sua materialidade”, avalia.

Crédito – André Feijó.

“Tribunascope: de Calçada da Fama à Guia da Calçada; memórias de um festival internacional de cinema” foi realizado por meio do mecenato subsidiado da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, da Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba, com incentivo das empresas Iveco e Florença.

O livro, com 176 páginas, estará à venda a partir do dia 11 de dezembro, data do lançamento, pelo site da Factum https://www.factumhistoria.com.br/loja/, e pela livraria do SESC Paço da Liberdade de Curitiba. O lançamento oficial do livro será no dia 11 de dezembro, das 14h30 às 17h, no SESC Paço da Liberdade de Curitiba (Praça Generoso Marques, 189). Telefone (41) 3234-4200. Para mais informações, acesse http://Tribunascope.wordpress.com/