Cinenaguá recebe artistas do cinema e da televisão

No dia 1º de março, ocorre a abertura do Cinenaguá – Filmes Clássicos em Paranaguá, um festival que leva grandes títulos da sétima arte para a cidade litorânea, incluindo a Ilha do Mel, em Nova Brasília, até o dia 10 de março. A programação reúne cerca de 20 longas-metragens, que serão exibidos em 38 sessões inteiramente gratuitas, reunindo clássicos de todas as idades. Há também exibições com recursos de acessibilidade.
A entrada é livre e sujeita à lotação de cada sessão.

Thiago Rodrigues, Mayana Neiva, Guta Stresser, Luis Melo e o diretor Bruno Costa.

Alguns nomes conhecidos pelo público marcarão presença no Cinenaguá, não só para prestigiar a sétima arte, mas também para participar de bate-papos especiais e abertos ao público, como a atriz Mayana Neiva, que já atuou nas novelas “Ti Ti Ti” e “Do Outro Lado do Paraíso”, da Rede Globo, e na minissérie “FIM”, do Globo Play; o ator Thiago Rodrigues, das novelas “Além do Horizonte”, “Malhação”, “A Favorita”, da Rede Globo, “Gênesis” e “Amor Sem Igual”, da Record; o ator Luís Melo, dos filmes “O Auto da Compadecida”, “Chico Xavier”, das novelas “A Padroeira”, “O Outro Lado do Paraíso” e “Hilda Furacão”, entre outros papéis em seu amplo e premiado currículo; a diretora e atriz Guta Stresser, conhecida pelo seu icônico papel em “A Grande Família”; e o cineasta Bruno Costa, responsável por dirigir o premiado longa-metragem “Mirador” e a série “Cidade de Deus”, que estreia ainda neste ano.

As conversas com os artistas ocorrem de 2 a 6 de março, sempre às 18h, no Saguão da Estação Ferroviária. O bate papo com Mayana Neiva ocorre no sábado (2/3), com Thiago Rodrigues, no domingo (3/3), com o diretor Bruno Costa na segunda-feira (4/3), com Luís Melo na terça-feira (5/3), e Guta Stresser na quarta-feira (6/3). A entrada é livre e sujeita à lotação de cada conversa.

Filme de abertura

O filme selecionado para abrir o festival é o longa nacional “O Homem Que Copiava”, do diretor Jorge Furtado e com Lázaro Ramos, Leandra Leal e Luana Piovani no elenco. A produção conta a história de um operador de fotocopiadora que se apaixona por uma jovem que vive em uma casa do outro lado da rua e passa suas noites a observando com seus binóculos. O filme recebeu o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, nas categorias Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator Coadjuvante (Pedro Cardoso), Melhor Atriz Coadjuvante (Luana Piovani), Melhor Roteiro Original e Melhor Edição; o prêmio do Festival de Havana (Cuba) de Melhor Ator (Lázaro Ramos); o troféu do Prêmio da Associação de Críticos de Sâo Paulo na categoria Melhor Filme; entre outros.

O Homem Que Copiava.

“O Homem que Copiava” será exibido às 19h, na Estação Ferroviária de Paranaguá no dia 1º de março. Os ingressos são distribuídos de acordo com a ordem de chegada, estando sujeitos à lotação. O longa também terá sessões com recursos de acessibilidade, disponíveis no dia 6 de março, às 13h e às 16h45, no Teatro Rachel Costa. A programação completa do Cinenaguá – Filmes clássicos em Paranaguá pode ser conferida no site oficial: www.cinenagua.com.br; Acompanhe também no instagram: @cinenagua.

Serviço:
Cinenaguá – Clássicos do Cinema em Paranaguá
Data: 1 a 10 de março de 2024
Locais: Estação Ferroviária de Paranaguá, Teatro Rachel Costa e Nova Brasília – Ilha do Mel
Site oficial: www.cinenagua.com.br
Instagram: @cinenagua
Patrocínio Master: Terminal de Contêineres de Paranaguá
Patrocínio: Cattalini
Apoio: Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Paranaguá, Prefeitura de Paranaguá e Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE
Realização: Lei de Incentivo à Cultura – Ministério da Cultura/ Governo Federal Brasil – União e Reconstrução
Produção: Grafo Audiovisual e Oxigênio