Carne de Onça Japonesa? Conheça 3 releituras do preparo eleito patrimônio cultural de Curitiba

É impossível falar da gastronomia curitibana sem pensar na Carne de Onça, eleito patrimônio cultural da cidade. Indispensável no cardápio de centenas de bares da capital paranaense, a receita tradicional é preparada com carne bovina magra (sem nervo ou gordura) e servida com broa preta, pimenta do reino, sal, azeite de oliva extravirgem, cebola branca, cebolinha e pimenta do reino.

Crédito – Divulgação.

Para celebrar esse que é um dos preparos mais queridos regionalmente o Bar Quermesse, um dos endereços gastronômicos mais badalados da capital paranaense, decidiu lançar três versões diferentes do clássico, oferecendo novos sabores e experiências. Entre elas, destaque para o Canudinho de Carne de Onça, no qual a carne moída é o recheio dos canudinhos de massa crocante – aqueles tipicamente servidos com maionese em festas de aniversário, também muito tradicionais na capital paranaense.

Outras criações exclusivas do Bar Quermesse são a Carne de Onça Japonesa, que leva broa em fatias menores e individuais, servida para ser consumida com hashi, acompanhada de shoyu, gengibre e mostarda escura; e a Carne de Onça Caiçara, inspirada na gastronomia do litoral paranaense, que inclui cachaça de banana de Morretes e raiz forte, servida com tartar de banana-da-terra.

Crédito – Divulgação.

A versão original também está presente no cardápio, preparada com especiarias e coberta com cheiro verde, cebola e mostarda, servida sobre uma deliciosa broa preta. Todos os preparos estão disponíveis diariamente no empreendimento e, exclusivamente na terça-feira, são vendidos em porção individual pelo preço fixo de R$20, no evento semanal intitulado “Terça da Carne de Onça”.

O Bar Quermesse fica na Rua Carlos Pioli, (nº 513), no bairro Bom Retiro, em Curitiba (PR), e funciona de terça a sexta, das 17h às 01h, e aos sábados e domingos, das 11h30 às 01h. Mais informações no Instagram (@barquermesse).