Frio, férias e turismo aquecem vendas de chocolates artesanais

Uma delícia amada por muitos, o chocolate tem até data para ser comemorada em todo mundo: 7 de julho. Ninguém sabe ao certo o motivo do dia ter sido escolhido para celebrar a iguaria, mas a versão mais divulgada por historiadores é a entrada do chocolate na Europa, por volta do século XV. Mas foram Astecas e Maias os pioneiros no cultivo do cacau – que é a matéria-prima do chocolate – muito antes de sua introdução na Europa.

Crédito – D’Fuhrmann Chocolates/Divulgação.

O Brasil se destaca como produtor e consumidor. De acordo com dados do setor, o Brasil é o 7º maior produtor de cacau no mundo e ocupa também a 7ª posição entre os maiores exportadores do produto e seus derivados. Dados recentes da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab), mostram que a indústria brasileira cresceu 6% em 2023 e o consumo subiu de 3,6 kg para 3,9 quilos de chocolate por pessoa no país.

No ano passado foram produzidas 805 mil toneladas em relação ao ano anterior (760 mil toneladas). A expectativa de crescimento do setor em 2024 é de 15%, situação que se reflete na D’Fuhrmann Chocolates, em Curitiba.

Frio, férias e turismo
Com base na tríade frio, férias e turismo a D’Fuhrmann Chocolates estima ampliar as vendas em 15% em relação ao mesmo período do ano passado. “Nossas lojas estão preparadas para receber um público de paladar exigente, nosso produto tem qualidade, nossa linha turismo foi toda repaginada e acreditamos na força do turismo na capital mais fria do Brasil”, explica Ana Cecília Erbano, diretora administrativa da D’Fuhrmann Chocolates.

De acordo com a empresária, uma prova disso é a abertura do 3º Festival de Inverno juntamente com o popular Festival de Trufas da D’Fuhrmann. “Resolvemos unir os festivais para garantir uma experiência encantadora para os visitantes – seja o público curitibano, que já nos conhece, ou quem vem curtir uns dias de férias na região”, observa Ana Cecília.

Crédito – D’Fuhrmann Chocolates/Divulgação.

No Festival das Trufas é possível encontrar os sabores tradicional, café, cereja, nutz, meio amargo e branco no sistema leve quatro e pague três, num combo que custa apenas R$ 13,50. Pelo Festival de Inverno estão disponíveis combos especiais de preparados para chocolate quente, fondue e chocobomb, delícias que aquecem, alimentam, envolvem e podem ser preparados em casa no estilo “surpreenda em casa” ou “faça você mesmo”.

“Também vamos operar as lojas do Mercado Municipal e a Loja de Fábrica (Avenida Comendador Franco, 5050, antiga Avenida das Torres) com o sistema “To Go” de chocolate quente. Assim, quem visitar a região central ou estiver seguindo rumo ao litoral pode aproveitar o passeio e acrescentar um momento saboroso na lista do dia”, complementa Ana Cecília.

Uma linha pensada nos visitantes
A cidade de Curitiba é um dos destinos turísticos mais procurados no Brasil. Em 2022, 7,4 milhões de visitantes estiveram na capital paranaense, segundo dados da Pesquisa de Demanda Turística divulgada em dezembro de 2023. Entre os locais que mais receberam turistas estão o Jardim Botânico, o Parque Barigui, o Parque Tanguá e o Museu Oscar Niemeyer (MON).

De olho nesse público que costuma levar alguma lembrança da cidade, a D’Fuhrmann Chocolates criou, há mais de uma década, uma linha temática em que as delícias da chocolateria mais tradicional de Curitiba vêm estampadas com os ícones do município. “A venda dos chocolates temáticos representa parte significativa no faturamento da empresa nos períodos de férias e feriados quando recebemos milhares de turistas de todo o Brasil”, explica Ana Cecília.

Há mais de 20 anos no segmento e conhecida como sendo ‘o melhor chocolate artesanal de Curitiba’, a D’Fuhrmann Chocolates se orgulha em elaborar delícias que remetem aos pontos turísticos locais, além do bombom em formato de pinhão – muito procurado por quem busca uma lembrança gostosa e acessível de Curitiba.

Neste ano, período em que o município completou 331 anos, toda a linha está de cara nova. “Repaginamos as embalagens valorizando ainda mais as belezas de Curitiba e mantivemos o tamanho e a qualidade dos produtos. É uma alegria para toda a equipe D’Fuhrmann Chocolates saber que estes doces levam um pouco da nossa Capital para o Brasil e o mundo”, destaca a executiva.

Sobre a D’Fuhrmann Chocolates
A D’Fuhrmann Chocolates é uma empresa curitibana com suas origens na tradição alemã. Está no mercado há 24 anos e oferece ampla variedade de chocolates artesanais, com elevada qualidade e sabor único (pouco doce).

Empresa familiar, tem em seu comando a empresária e chocolatier Selma Maria Fuhrmann Dembiski e sua filha, a arquiteta Ana Cecília Dembiski Erbano. O amor e o interesse pelo fabuloso mundo do chocolate transformaram Selma em uma especialista no assunto, que sempre participa de feiras e cursos no Brasil e na Europa. Já Ana Cecília – que desde pequena interage com a produção e setor de embalagens – complementa a empresa na área administrativa.

Além do Festival de Inverno e do Festival de Trufas, a D’Fuhrmann Chocolates disponibiliza aos clientes uma linha completa para a Páscoa, Dia das Mães, Natal e outras datas festivas; atende confeiteiras de todo o Brasil com bases para doces finos e oferta produtos personalizados para o universo corporativo.

Fora a loja virtual, a www.dfuhrmannchocolates.com.br tem três unidades físicas em Curitiba. A matriz e a fábrica ficam no Eixo Rodoviária-Aeroporto [Av. Comendador Franco, 5050, Uberaba]. A segunda loja fica no Mercado Municipal [box 295; Av. Sete de Setembro, 1865, Centro]. O terceiro ponto de vendas fica no Centro da capital, na Galeria Suissa [Rua Marechal Deodoro, 262, Centro].